segunda-feira, 21 de agosto de 2017

terça-feira, 15 de agosto de 2017

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

quinta-feira, 27 de julho de 2017

segunda-feira, 24 de julho de 2017

sexta-feira, 21 de julho de 2017

quarta-feira, 19 de julho de 2017

domingo, 16 de julho de 2017

sábado, 15 de julho de 2017

domingo, 9 de julho de 2017

segunda-feira, 19 de junho de 2017

quarta-feira, 14 de junho de 2017

segunda-feira, 12 de junho de 2017

domingo, 11 de junho de 2017

quarta-feira, 7 de junho de 2017

segunda-feira, 5 de junho de 2017

domingo, 4 de junho de 2017

sábado, 3 de junho de 2017

sexta-feira, 2 de junho de 2017

quarta-feira, 31 de maio de 2017

terça-feira, 30 de maio de 2017

sábado, 27 de maio de 2017

quarta-feira, 24 de maio de 2017

segunda-feira, 22 de maio de 2017

segunda-feira, 15 de maio de 2017

sexta-feira, 12 de maio de 2017

terça-feira, 9 de maio de 2017

Bonita evolução.



Esse poema foi feito em 1989, dois anos depois da morte do papai, quando a mamãe ainda se recuperava dessa grande dor. Nesse ano, houve as eleições presidenciais em que disputavam o segundo turno Lula e Collor. Percebendo o farsesco Collor, mamãe vota em Lula e se torna sua eleitora juntamente com sua irmã Ritinha, as duas que sobrevivem a cinco irmãos, moram juntas e hoje têm os mesmos problemas de saúde. 

Quase 30 anos depois, a caçada ao Lula continua ainda mais encarniçada. Mamãe com seus 90 anos, fraquinha, dependende de oxigênio e de cadeira de rodas por causa de uma fibrose pulmonar e de uma neuropatia, sem condições de ler seus jornais diários, hábito que mantinha até dois anos atrás, já não pode mais participar, mas se tivesse a saúde que tinha ainda quando tirou essa foto com a elegância de seus 84 anos, estaria indignada e apreensiva com tudo o que está acontecendo em nosso país. Por essa razão, escolhi essa sua dimensão – a de eleitora progressista – para homenageá-la no dia das mães, 14 de maio de 2017, com o meu mais dedicado amor e respeito.

segunda-feira, 8 de maio de 2017